domingo, 27 de fevereiro de 2011

XVIII SUPERMARATONA DE RIO GRANDE

P. Silva vence a Supermaratona de Rio Grande

Com o tempo de 2h56min28s, o maratonista potiguar José Pereira da Silva, o P. Silva, corredor da equipe do Cruzeiro-MG, venceu a Supermaratona de Rio Grande. Campeão das duas edições anteriores, o atleta era o favorito para levar o tricampeonato.
A prova, que tem um percurso de 50 quilômetros, é a mais longa do Estado e uma das maiores do Brasil. Na 18ª edição do evento, o recorde de inscritos, 299. Além da prova de 50 quilômetros, uma rústica, a maratoninha infantil e uma prova de caminhada também foram realizadas.



Competidores partem para os 50 quilômetros da supermaratona

Eram pontualmente 7h, quando a contagem regressiva do público deu a largada para a Supermaratona de Rio Grande. Com 5o quilômetros de extensão, a prova tem o maior percurso do Estado e um dos maiores do país.
Logo no primeiro trecho, de três quilômetros, quando o grupo dá uma volta pela principal avenida do balneário Cassino, o pelotão de frente, formado por cerca de oito competidores, já tomou a frente.
Maratonistas vieram de todos os cantos do Brasil
Com apelido presidencial, Luís Holanda, 56 anos, prefere ser chamado de Lula. Comandante da caravana que trouxe 14 corredores de Recife-PE, o maratonista esbanjava disposição logo cedo.
- Um outro colega nosso, o Júlio cordeiro já havia vindo correr. A gente entrou no clima e veio também participar desta bela prova aqui no sul do Estado – falou.
A prova
Com 50 quilômetros, a supermaratona de Rio Grande tem o maior percurso do Estado e um dos maiores do Brasil. A 18ª edição da prova soma 293 inscritos.
- Este ano batemos o recorde no número de participantes. Além disso, a premiação de R$31.700 para todas as provas, é a maior que já tivemos – fala Roger Lopes, presidente da Associação dos Corredores de Rua do Rio Grande (ACORRG).
O percurso, que começou em frente a Sociedade Amigos do Cassino (SAC), na Avenida Rio Grande, segue pelaERS-734, rodovia que liga o balneário Cassino ao centro da cidade. Após passar pelo centro da cidade, segue pela zona portuária e passa pela BR-392. Os últimos oito quilômetros são percorridos na areia da praia do Cassino. A chegada será em frente à SAC.


O campeão está pronto para o desafio

Potiguar, mas com fala mansa e jeito de mineirinho, José Pereira da Silva, o P. Silva, corredor da equipe do Cruzeiro-MG, chega a Rio Grande para a disputa da Supermaratona pela terceira vez; e como favorito. O retrospecto é animador. Duas provas e duas vitórias.
O recorde dos 50 quilômetros também pertence ao maratonista, de 37 anos. Em 2009, com o tempo de 2h48min6s, ele diminuiu em cinco segundos a marca do rio-grandino Lucimar Veleda Correa, detentor do recorde até 2009.
- Ela é uma prova plana, onde você está sempre se esforçando para manter o ritmo. Além disso, a última parte do percurso costuma ter bastante vento, mas a dificuldade é para todos – fala P. Silva.
Há três anos, quando disputava provas pelo sul do País, o maratonista foi descoberto pela equipe mineira, uma das mais tradicionais do cenário nacional. Atualmente P. Silva mora na cidade de Macaíba, município com cerca de 12 mil habitantes, no Rio Grande do Norte. Os treinamentos são rigorosos e diários: 35 quilômetros pela zona rural.
- Dos 20 atletas da nossa equipe, o P. Silva é o único que participa de corridas longas como essa. Por isso a confiança de que ele é capaz de conseguir um bom resultado – explica Alexandre Minardi, diretor técnico de atletismo do Cruzeiro, que já pensa em preparar P.Silva para as ultramaratonas, provas com percurso de 100 quilômetros.
A prova
Com 50 quilômetros, a supermaratona de Rio Grande tem o maior percurso do Estado e um dos maiores do Brasil. A 18ª edição da prova soma 293 inscritos.
- Este ano batemos o recorde no número de participantes. Além disso, a premiação de R$31.700 para todas as provas, é a maior que já tivemos – fala Roger Lopes, presidente da Associação dos Corredores de Rua do Rio Grande (ACORRG).
O percurso da supermaratona inicia ás 7h em frente a Sociedade Amigos do Cassino (SAC), na Avenida Rio Grande. Segue pela ERS-734, passando pelo centro de Rio Grande, zona portuária, seguindo pela BR-392 até a praia do Cassino. A chegada será em frente à SAC.

FONTE: Clic RBS