domingo, 2 de maio de 2010

XVI MARATONA DE SÃO PAULO

Com uma arrancada espetacular, Marizete Moreira conquista o bi da Maratona de SP

Quenianos dominam a corrida masculina, e Stanley Biwott chega na frente

GLOBOESPORTE.COM São Paulo



Com uma arrancada espetacular, a baiana Marizete Moreira conquistou o bicampeonato da Maratona Internacional de São Paulo na manhã deste domingo. A atleta de 34 anos, campeã de 2009, ultrapassou a alagoana Marily dos Santos nos últimos quilômetros de prova e garantiu o 13º título do Brasil em 16 edições. A queniana Margaret Okayo e a brasileira Adriana Aparecida completaram o pódio. Demonstrando muito cansaço, Marily terminou na quarta posição.



Entre os homens, o domínio foi queniano. Stanley Biwott (2h11m21s) terminou em primeiro e chegou a dois segundos do recorde de Vanderlei Cordeiro de Lima, obtido em 2002. Jonathan Kipkorir e Philip Kiplagat fecharam o pódio. O Quênia soma oito vitórias contra sete do Brasil. O Marrocos tem um título.

Marily dominou praticamente todo o percurso, tendo como adversárias a etíope Debele Nega e a brasileira Sueli Pereira Silva. Mas nos últimos cinco quilômetros de prova, a alagoana sentiu o cansaço e diminuiu o ritmo, vendo as adversárias chegarem cada vez mais perto. No km 40, Marizete deu uma arrancada, deixou Marily para trás e disparou para completar a prova com o tempo de 2h39m26s.

Domínio queniano entre os homens

O queniano Mark Korir foi o primeiro a abrir vantagem em relação ao pelotão de elite. A vantagem do coelho, no entanto, durou apenas o quinto quilômetro, quando ele foi ultrapassado pelos quenianos Mathew Cheboi, Jonathan Kipkorir, Philip Kiplagat e Stanley Biwott e também pelos brasileiros Anoé dos Santos e Gilberto Silvestre Lopes.

Gilberto abriu vantagem de aproximadamente 20 metros e seguiu em frente até o km 20, quando foi alcançado pelo primeiro pelotão, formado pelos quenianos Jonathan Kipkorir, Philip Kiplagat e Stanley Biwott.

Com mais da metade da prova, os quenianos dispararam e se revezaram na liderança. A partir do 38º quilômetro, no entanto, Biwott conseguiu se separar e não deu chance aos adversários. Ele completou os 42km em 2h11m21s.

Nenhum comentário:

Postar um comentário