segunda-feira, 31 de maio de 2010

RÚSTICA PARQUE MARINHA



Aconteceu neste domingo (30/05) às 10h em frente a Associação dos Moradores do Parque Marinha, a Rústica em homenagem aos 26 anos do Bairro, com organização da ACORRG. Considero minha participação satisfatória mais uma vez, pois completei a Rústica com um ótimo desempenho, dentre os 43 participantes da categoria Maior, alcancei a 26ª colocação com um tempo de 48'50" média de 5'10"/km  e velocidade de 11,75 km/h.
Participaram 90 atletas das seguintes equipes:

Regatas, R.A.O, Camarig, Ascon, Clucorg, escolas e avulsos. Os atletas aprovaram o percurso, já confirmado para o mês de setembro, portanto uma das etapas do Gran Corridas será no Bairro. O almoço da entrega de premiação ficou para quinta feira (03/06) feriado nacional, quando será efetuado a entrega dos prêmios.
O grande vencedor da prova de 9 km e 500 mts , foi o atleta Marcos Nunes, com o tempo de 32’24”, já na categoria feminina foi a Josinalva de Lima , com o tempo de 47’54”. O evento contou com o apoio das seguintes entidades:
Secretária da Saúde, com a ambulância;
6º GAC, com 10 militares e um caminhão;
Secretaria dos Transportes, com 2 viaturas e 6 agentes;
Grupo de Dança Sty Leiras Dance, do Bairro e voluntários.


Primeiros colocados Masculino dos 9 km500 mts.
Marcos Nunes 32’24” M. Calçados
Marcelo Costa 34’06” Acorrg
Gabriel Dias Nobre 37’10” Ascon
Israel Costa 36’35” Avulso
Luis Antonio Cardoso 38’27” Clucorg


Feminino 9 km500 mts.
Josinalva de Lima 47’54” Camarig
Simone Grangeiro 48’05” Camarig
Adriana Marques Alvariza 48’37” Avulso
Fernanda Garcia 53’39” R.S Multi
Dayse Garcia 01h03’59” Avulso


Atletas que participaram dos 2km
Masculino
Rena La Fanta 07’20” Avulso
Rena da Silva 07’30” Ascon
Cristian dos Santos 08’11” Mallet
Felipe Melo 08’13” Ascon
Jossiel Amaral 08’40” Ascon


Feminino
Asuan Castro Barroso 10’03” Avulso
Natalia Vilela 10’25” Ascon
Andressa Solano 10’47” Ascon
Natiele Santos 10’59” Ascon
Tais Gonçalves 11’11” Wanda Rocha

FONTE: ACORRG

quarta-feira, 26 de maio de 2010

30/05/2010 - 1º VALE TUDO DE CICLISMO - CIDADE DO RIO GRANDE

GALERA DA BIKE

Acontece no próximo domingo 30/05/2010 às 08h 30min no Trevo de acesso a cidade, o 1º Vale tudo de Ciclismo - Cidade do Rio Grande, segue abaixo as informações da prova e se puderem, favor repassarem para os amantes do ciclismo..
A largada será no Trevo em direção a Vila da Quinta, retornará na Vila da Quinta mesmo e irá em direção ao Posto Buffon, retorna novamente no Posto Buffon e chega no Trevo também.. Esse percurso dará 36Km ao todo..
Terá três categorias sem limites de idade, será Speed, Mountain Bike e Feminino.
A premiação será somente para os três primeiros de cada categoria conforme abaixo.:


SPEED MASCULINO
1º Lugar - Troféu + R$ 10,00
2º Lugar - medalhão + R$ 5,00
3º Lugar - medalhão + R$ 3,00


MTB MASCULINO
1º Lugar - Troféu + R$ 10,00
2º Lugar - medalhão + R$ 5,00
3º Lugar - medalhão + R$ 3,00


FEMININO
1º Lugar - Troféu + R$ 10,00
2º Lugar - medalhão + R$ 5,00
3º Lugar - medalhão + R$ 3,00

Fonte: R.A.O.



domingo, 23 de maio de 2010




I M P O R T A N T E
1 - Pessoas com problemas de saúde, devem passar por uma avaliação médica rigorosa
antes de praticar qualquer tipo de atividade física.
2 - Antes de começar a praticar qualquer esporte, procure orientação médica.

Dicas Gerais


1 - Use sempre um tênis apropriado para corridas, preferencialmente com sistemas de amortecimento de impactos.
2 - Use roupas leves, evitando roupas novas e apertadas.
3 - Beba água antes, durante e após a corrida, não espere sentir sede, pois aí você já estará desidratado.
4 - Corra no seu ritmo, não tente acompanhar outros corredores mais rápidos.
5 - Não ignore nenhum ferimento, independentemente da gravidade. Pequenos ferimentos podem tornar-se grandes problemas para a sua saúde.

Antes de Correr
1 - Faça uma refeição leve, constituída principalmente de carboidratos: batata, pão e beba repetidamente pequenos copos de água até o momento da largada.
2 - Durma bem a noite que antecede a corrida.
3 - Aplique vaselina nas partes internas das coxas e nos mamilos, evitando assim assaduras.
4 - Os tênis devem calçar bem e serem confortáveis. Não os use novos nem velhos demais.
5 - Faça seu aquecimento de costume lentamente antes da prova.

Durante a corrida
1 - Corra no seu ritmo normal e não largue muito rápido, isto lhe trará uma exaustão precoce.
2 - Mantenha sua hidratação bebendo líquidos repetidamente, de preferência água.
3 - Fique atento às condições do asfalto (se você estiver correndo em circuito de rua).
4 - Fique atento; se você sentir câimbra nas pernas e abdômen, náuseas e vômitos, mal estar generalizado, febre ou calafrios, sudorese, falta de ar e dor no peito: pare lentamente e procure ajuda médica.
5 - Evite "piques" repentinos, principalmente no fim da corrida, evitando assim lesões musculares.

Depois de correr
1 - Não pare de correr repentinamente, continue andando devagar. Massageie e alongue os músculos e beba água lentamente.
2 - Se sentir algum tipo de dor muscular, coloque gelo.
3 - Faça uma refeição leve, constituída principalmente de carboidratos, frutas e muito líquido. Coma devagar e evite comer demasiadamente.
4 - Evite comidas gordurosas e mantenha uma dieta rica em carboidratos.
5 - Se as dores musculares persistirem por alguns dias ou você se sentir fraco ou doente, procure imediatamente um médico.
Lembre-se, nenhuma dica é mais importante do que o seu bom senso ou do que os conselhos de seu médico.
Isotônicos e energéticos


Não devemos confundir bebidas isotônicas com energéticas. Estas, mais ricas em carboidratos, são mais calóricas e indicadas para recuperação da energia gasta. Fique atento aos rótulos: os isotônicos têm em média 6% de carboidratos, já os energéticos chegam próximo dos 20%.
O soro caseiro pode funcionar como um isotônico leve e uma alternativa barata para os atletas de elite, que geralmente tem um volume de treinos muito intensos e necessitam de grande reposição. Para fazer o soro caseiro você precisa de 1 litro de água fervida, junta-se 1 colher de sopa de açúcar e 1 colher de chá de sal. Beba gelado.
Você sabia que a água de coco também pode ser considerada um isotônico? Isso porque cada 100 ml contém 32 mg e sódio e 144 mg de potássio, apesar da baixa concentração de carboidratos (4%) e menor quantidade de sódio (a maioria apresenta 40 mg por 100 ml) em apenas 20 calorias.
Importante : Os isotônicos são mais facilmente absorvidos em temperatura em torno de 4 graus, para facilitar o esvaziamento gástrico. O excesso pode sobrecarregar os rins; então quem tem algum tipo de comprometimento renal ou histórico familiar deve avaliar com seu médico ou nutricionista a utilização destes isotônicos.
Crianças, gestantes e hipertensos não devem faser uso de bebidas isotônicas, devido à sua alta concentração de sódio.

fonte: Revista Contra-Relógio, em matéria assinada pela nutricionista clínica e esportiva, Dra Wanessa Carlson.
Alimente-se bem para correr melhor


Dicas para uma boa hidratação
- Beba líquidos em quantidade suficiente: antes, durante e após a atividade. Lembre-se: o objetivo é evitar a desidratação, assim como a super-hidratação.
- Garanta que está devidamente hidratado antes de começar os exercícios ingerindo aproximadamente 250-600ml de bebidas esportivas ou água, pelo menos duas horas antes do exercício.
- Durante o exercício, tome líquido a cada 15 ou 20 minutos. A quantidade ingerida deve ser calculada para que corresponda à quantidade regularmente perdida com o suor ou o mais próximo possível a este valor para não se sentir desconfortável.
- Ajuste a quantidade de líquidos de acordo com suas necessidades individuais.
- Após a atividade física, beba um pouco mais que um litro para cada quilograma de peso perdido.
- Distribua esse consumo por um período de várias horas após a atividade física. Como se perde sal com o suor, alguns sais minerais (como sódio e potássio) devem estar presentes na sua bebida ou nos alimentos ingeridos nesse período.
Fonte: GSSI (Gatorade Sports Science Institute)
Mitos e Verdades
Aminoácidos aumentam desempenho?
Muitas vezes, uma suplementação de carboidratos adequada já resolve o problema.
Corredor pode comer gordura?
Mas só se escolher alimentos fontes de gorduras insaturadas e poli-insaturadas, como castanhas, óleo de girassol, salmão em quantidades adequadas, é fundamental para a saúde.
Muitos atletas acreditam que comer banana significa a ausência de cãibras musculares?
As cãibras ocorrem pela ausência de potássio (presente na banana), mas esta não é a causa principal. As cãibras normalmente aparecem por causa de esforço muscular excessivo, pelo acúmulo de ácido láctico (derivado do glicogênio). Este ácido deveria ser removido, como ele está em excesso, o organismo se vê diante de uma incapacidade de removê-lo.
Existem também outras possíveis causas de cãibras, são elas: deficiência de cálcio, o que provoca uma alteração na contração muscular e a desidratação, que pode levar a perdas significativas de sódio e potássio, originando alteração na capacidade de contração e descontração muscular.
Pode-se consumir carboidrato à noite?
Não há diferença nenhuma do ponto de vista nutricional.
É mito dizer que em um treino prolongado perde-se 2kg de massa corporal?
Num treino de 1h30 não se perde mais do que 100gr de massa corporal, o restante eliminado é água.
Consumir carboidratos minutos antes da largada ou do treino não melhora o rendimento?
Ao contrário. Com a ingestão próxima do momento de começar a atividade física, a digestão será demorada e, quando houver a hidratação, a combinação carboidrato e líquido irá retardar o esvaziamento do estômago, prejudicando a própria ação de hidratação.

Referência de alimentação
Lanche para treino: (para aqueles corredores que treinam logo ao amanhecer)
Uma fatia de pão de fôrma com queijo branco, ricota ou cottage e um copo de suco natural (metade suco e metade água).
Desjejum: Pães integrais; queijos brancos/light; peito de peru; frutas in natura; mel; leite desnatado/integral; farinhas.
Lanche: Iogurtes naturais; barra de cereal; frutas; sucos naturais.
Almoço: Massas; carnes; legumes; verduras; saladas; sucos naturais.
Lanche: Pães integrais; geléias; queijos brancos/light; sucos naturais.
Jantar: Seguir o exemplo do almoço.
Ceia: Iogurtes; frutas; barra de cereais.
Fonte: Tatiana Carvalho.
Importante: O Conselho Regional de Nutrição (CRN) proíbe a divulgação de cardápios (alimentos e quantidades determinadas) em publicações. Essa é apenas uma sugestão de tipos de alimentos a ser ingeridos em cada refeição.
Matérias publicadas originalmente na Revista SuperAção (Ed. 16)
Na hora de comprar o tênis novo


Mesmo com características mais indicadas de calçado para cada tipo de pé e de pisada, os tênis de corrida devem apresentar algumas qualidades básicas.
Conforto - Esta é a primeira qualidade indispensável, pois se um modelo não se encaixa bem no pé, de nada adiantam todas as demais. O tênis necessariamente deve ser confortável.
Amortecimento - É uma característica fundamental (presente na área do calcanhar e em menor grau por todo o solado), especialmente para corredores mais pesados e com pés côncavos (pés que pisam mais acentuadamente para fora, gastando o calcanhar na parte externa).
Flexibilidade - O calçado deve apresentar um solado e entressola flexíveis na altura do fim do dedão, para não prejudicar o movimento de impulsão. Igualmente o cabedal - a parte de cima do tênis - não deve oferecer resistência nesse ponto, para que o pé consiga fazer o movimento natural de "dobrar".
Estabilidade - Para evitar os movimentos laterais comuns entre os pronadores (pisam para dentro) e supinadores (pisam para fora). Esta característica se dá por um contraforte bem ajustado, ou seja, um conjunto de entressola e cabedal bastante firme na área do calcanhar.
Baixo peso - Esta costuma ser a qualidade mais procurada pelos corredores, visando melhorar a performance. Contudo, deve-se lembrar que tênis leves geralmente apresentam pequeno amortecimento, não são muito estáveis e nem muito duráveis.
Solado resistente - Esta característica é importante para que o calçado tenha boa durabilidade, mas por vezes prejudica a flexibilidade e mesmo o amortecimento.
Fonte: Revista Contra-Relógio.











23/05/2010 | 09h31min

Solonei Rocha da Silva vence Maratona de Porto Alegre

Atleta completou o percurso em cerca de duas horas e 15 minutos

O corredor Solonei Rocha da Silva venceu a prova masculina da 27ª Maratona de Porto Alegre. O atleta completou o percurso com tempo oficial de duas horas, 15 minutos e 45 segundos.
Após a conquista, Solonei agradeceu ao técnico e aos familiares. Ele destacou a preparação de quatro meses para chegar na frente em sua primeira participação na prova.
- A consequência disso é a vitória - resumiu.
O segundo lugar ficou com Claudir Rodrigues, tricampeão da Maratona de Porto Alegre em 2002, 2004 e 2006, com tempo duas horas, 20 minutos e 10 segundos. O atleta se disse feliz pelo resultado e parabenizou Solonei pela vitória.
Adriano Bastos chegou em terceiro. Ele fechou a prova em duas horas, 20 minutos e 20 segundos.




Michele Chagas conquista prova feminina na Maratona de Porto Alegre

Atleta se tornou a mais jovem a conquistar a corrida

Michele Cristina das Chagas foi a vencedora da prova feminina na 27ª Maratona de Porto Alegre. O percurso foi completado em cerca de duas horas e 43 minutos.
A atleta, que estava apenas em seu segundo ano competindo na prova, se disse surpresa pela conquista. E estabeleceu metas após a vitória:
- Espero chegar na Olimpíada - disse.
Com o primeiro lugar, Michele Cristina das Chagas, de 23 anos, se tornou a atleta mais jovem a vencer a Maratona de Porto Alegre.
O segundo lugar da prova feminina ficou com Conceição de Maria Carvalho, campeã de 2009. Elisabete Souza, campeã de 2007, levou o terceiro lugar.

CLICRBS

segunda-feira, 3 de maio de 2010

RÚSTICA DO BAIRRO PARQUE MARINHA/2010

ORGANIZAÇÃO: ACORRG/Associação do Bairro
• DATA: 16 de maio 2010 (Domingo)
• LARGADA: 10:00hs(Menor)e 10h30 min(Maior); em frente a Associação do Bairro.
• OBJETIVO: Comemorar e proporcionar a integração da comunidade desportista e o bairro.
• INSCRIÇÃO: Do dia 03 ao dia 14 de maio (sexta – feira) na ACORRG, nas segundas, quartas e sexta- feira, das 14:00hs às 17:00hs, ou na Rádio Cultural FM( Rua da Praia nº 39). Informações tel: 32 33 33 64 ou pelo site, http://www.acorrg.com.br/.
• TAXA/MAIOR: R$ 10,00 reais com direito o almoço.( por atleta) Nascidos até 1993.
• TAXA/MENOR: Isento. Idade apartir de 8 anos até 16 anos (ano de 2002 á 1994).
• OBS: Não haverá inscrição na hora da prova, salvo atletas de outro município pré agendados. Apanhar a numeração na véspera da prova das 9h 30 min até ás 13h na sede da ACORRG.
• PREMIAÇÃO MAIOR:
• Masculino: medalhas de participação
• Feminino: medalhas de participação
• PREMIAÇÃO MENOR:
Masculino: medalhas de participação
Feminino: medalhas de participação

PERCURSO MAIOR 9 km e 500mts: Largada em frente a Associação do Bairro( Av.Grandes Lagos nº 150), seguindo pela AV. Grandes Lagos, Av. dos Oceanos, Av. dos Arquipelagos, chegando n Associação.(Obs:os atletas deverão fazer três voltas no trajeto.)
PERCURSO MENOR 2 KM: Largada em frente a Associação do Bairro( Av.Grandes Lagos nº 150), seguindo pela AV. Grandes Lagos, Av. das Anseadas, Av. dos Arquipelagos,Av. Grandes Lagos, chegando n Associação.

Apoio: 6° BPM; Secretaria dos Transportes; Secretaria da Saúde;Unimed Litoral Sul, Secretaria de Educação e alunos acadêmicos de Educação Fisica da fURG.

domingo, 2 de maio de 2010

XVI MARATONA DE SÃO PAULO

Com uma arrancada espetacular, Marizete Moreira conquista o bi da Maratona de SP

Quenianos dominam a corrida masculina, e Stanley Biwott chega na frente

GLOBOESPORTE.COM São Paulo



Com uma arrancada espetacular, a baiana Marizete Moreira conquistou o bicampeonato da Maratona Internacional de São Paulo na manhã deste domingo. A atleta de 34 anos, campeã de 2009, ultrapassou a alagoana Marily dos Santos nos últimos quilômetros de prova e garantiu o 13º título do Brasil em 16 edições. A queniana Margaret Okayo e a brasileira Adriana Aparecida completaram o pódio. Demonstrando muito cansaço, Marily terminou na quarta posição.



Entre os homens, o domínio foi queniano. Stanley Biwott (2h11m21s) terminou em primeiro e chegou a dois segundos do recorde de Vanderlei Cordeiro de Lima, obtido em 2002. Jonathan Kipkorir e Philip Kiplagat fecharam o pódio. O Quênia soma oito vitórias contra sete do Brasil. O Marrocos tem um título.

Marily dominou praticamente todo o percurso, tendo como adversárias a etíope Debele Nega e a brasileira Sueli Pereira Silva. Mas nos últimos cinco quilômetros de prova, a alagoana sentiu o cansaço e diminuiu o ritmo, vendo as adversárias chegarem cada vez mais perto. No km 40, Marizete deu uma arrancada, deixou Marily para trás e disparou para completar a prova com o tempo de 2h39m26s.

Domínio queniano entre os homens

O queniano Mark Korir foi o primeiro a abrir vantagem em relação ao pelotão de elite. A vantagem do coelho, no entanto, durou apenas o quinto quilômetro, quando ele foi ultrapassado pelos quenianos Mathew Cheboi, Jonathan Kipkorir, Philip Kiplagat e Stanley Biwott e também pelos brasileiros Anoé dos Santos e Gilberto Silvestre Lopes.

Gilberto abriu vantagem de aproximadamente 20 metros e seguiu em frente até o km 20, quando foi alcançado pelo primeiro pelotão, formado pelos quenianos Jonathan Kipkorir, Philip Kiplagat e Stanley Biwott.

Com mais da metade da prova, os quenianos dispararam e se revezaram na liderança. A partir do 38º quilômetro, no entanto, Biwott conseguiu se separar e não deu chance aos adversários. Ele completou os 42km em 2h11m21s.